Sábado, 15 de Dezembro de 2007

Inauguração da Nau Quinhentista em Vila do Conde

            Foi hoje que todos os vilacondenses tiveram, finalmente, a oportunidade de assistir à inauguração da Nau Quinhentista atracada no nosso rio e, com ela, à inauguração de toda a nova zona ribeirinha, que há tanto tempo esperávamos poder visitar e desfrutar.

            Como já tínhamos dito antes, tivemos o prazer de receber o nosso Presidente da República, Cavaco Silva, para celebrar este grande acontecimento, não só para Vila do Conde, como para todo Portugal.

            Chegámos ao local pouco antes da hora marcada para a cerimónia, como tal, já se notava uma certa afluência ao local. Enquanto nos preparávamos, sentia-se uma agitação geral: as pessoas aproximavam-se, a banda empunhava os seus instrumentos, os polícias cercavam o local – tudo o que esperávamos com a vinda do Presidente da República à cidade.

            Enquanto conversávamos um pouco começámos a reparar numa série de carros a atravessar o local, e, então, levantámos as máquinas – tanto de fotografar como de filmar – e preparamo-nos para receber toda comitiva de inauguração.

            A banda começou a tocar o Hino Nacional, e, como de costume, sentiu-se um silêncio geral: as pessoas emocionavam-se e deixavam-se levar pela melodia da nossa Pátria. Quando terminou este momento, o silêncio, foi interrompido por um forte aclamar de palmas emocionadas, para logo regressar com a chegada do nosso Presidente da Câmara – Eng. Mário Almeida – acompanhado do Presidente da República – Professor Cavaco Silva.

            A cerimónia começou com uma breve introdução da Parte do Eng. Mário Almeida, elucidativa de toda a origem e finalidade deste projecto. Recordou-nos que toda esta promoção da zona Ribeirinha começou graças ao apoio do Professor Cavaco Silva, enquanto Primeiro-ministro, e que foi, por essa mesma razão, que o desejou nesta cerimónia, em grande parte, devido ao seu apoio.

            Foi aí que começou o discurso do Presidente da República. Nesse houve vários momentos de interesse, onde foi explícita a história de Vila do Conde em todo o desenvolvimento inter continental de Portugal durante o séc. XVI, tendo o povo vilacondense sido um dos mais importantes na intervenção aos Descobrimentos que deram origem a todo o nosso Império.

            Ambos os presidentes conseguiram apresentar-nos os seus discursos com humor, o que fez com que todos passassem um bom momento, numa manhã solarenga à beira-rio. Entre esses momentos de descontracção houve uma troca de presentes, onde Mário Almeida presenteou Cavaco Silva com um belíssimo exemplar de um fac-símile da obra do nosso grande poeta José Régio: Novos Poemas de Deus e do Diabo – com manuscritos e desenhos originais do autor. Também ofereceu um presente de muito bom gosto a Maria Cavaco Silva: um presépio de Natal em rendas de bilros, manufacturado por uma das mais talentosas rendilheiras da cidade – Maria da Guia. Como seria de esperar a nossa Primeira-dama deliciou-se com a oferta, pois, como todos sabemos, ela tem uma magnífica colecção de presépios de Natal tendo afirmado não ter nenhum exemplar como aquele.

            Por fim, abriram-se as entradas para a nau, e todos puderam aproveitar e deleitar-se com a restaurada Ribeirinha vilacondense. Nós fizemo-lo!

Hino Nacional:

 
Discurso do Presidente da República:

 

 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


publicado por viladocondecriativa às 23:23
link do post | comentar | favorito

.Vila do Conde Criativa


. ver perfil

. adicionar

. 6 seguidores

.pesquisar

 

.links

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.subscrever feeds